Secretaria da Controladoria-Geral do Estado foi criada através da lei nº 13.205, de 19 de janeiro de 2007. A instalação do novo órgão na estrutura do governo do estado está relacionada à modernização da gestão pública implantada em Pernambuco a partir de 2007, com o objetivo de ampliar o controle do uso dos recursos e do patrimônio do estado, incrementar a transparência da gestão pública e oferecer ferramentas para o controle das ações sociais do governo do estado.

Assim, a SCGE tem como atribuições assistir ao governador do estado nas atividades de defesa do patrimônio público, controle interno, auditorias públicas, prevenção e combate à corrupção de fomento ao controle social por meio da transparência estadual e da Ouvidoria-Geral do Estado.

Para cumprir com suas atribuições, a SCGE realiza uma avaliação e fiscalização dos resultados das ações do governo e a aplicação de recursos públicos, seja ela feita por órgãos e entidades de direito público ou privado ou por pessoas físicas. Ainda em relação aos gastos públicos, e atribuição da SCGE, orientar preventivamente os gestores públicos na correta aplicação de recursos.

A Controladoria realiza, ainda, o monitoramento da receita e das despesas do estado pará subsidiar como decisões parágrafo alocação de recursos na administração estadual. Na SCGE é realizado o acompanhamento das ações de racionalização dos gastos públicos, economias, proporcionando nenhum custeio da máquina pública que são revertidas em investimentos parágrafo aumentar benefícios para a sociedade pernambucana.