A Rede de Ouvidorias do Governo de Pernambuco atendeu 8.781 demandas relacionadas à pandemia do coronavírus entre os meses de março e julho 2020, recebidas por meio do sistema informatizado do Poder Executivo Estadual. O quantitativo corresponde a quase 20% do total de 46.613 manifestações recebidas no período. O balanço é da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), órgão responsável pela coordenação da Ouvidoria-Geral do Estado (OGE). Os números estão disponível em relatório publicado nesta quinta-feira (06) no Portal da Transparência.

Das demandas referentes à Covid-19, as principais naturezas foram solicitações, com 79% do total, seguidas por reclamações (15%) e denúncias (4%). Entre os assuntos, destacam-se: descumprimento das medidas estabelecidas pelo Governo do Estado por parte de estabelecimentos públicos e privados; ações de prevenção e combate ao coronavírus; cartão de alimentação estudantil; orientações gerais sobre o decreto de quarentena; dificuldade de obtenção de informações sobre o funcionamento dos órgãos e entidades públicas estaduais; e dúvidas sobre a retomada das atividades econômicas no Estado.

“Temos orientado as unidades que fazem parte da nossa Rede de Ouvidorias a dar prioridade ao atendimento das manifestações relacionadas às medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública do coronavírus. Sabemos a importância de ouvir os cidadãos nesse momento, para saber maneiras mais assertivas e pontuais de atuar junto à população”, destaca a secretária da SCGE e ouvidora-geral do Estado, Érika Lacet.

ORIENTAÇÕES GERAIS – Com o objetivo de agilizar o atendimento relacionado à pandemia, a OGE recomenda que as demandas sejam realizadas diretamente por meio dos telefones 190, da Secretaria de Defesa Social (SDS), e 136, do Ministério da Saúde. No primeiro número, devem ser comunicadas apenas as situações que precisam de atuação policial imediata. Já no outro, chamado de Disque Saúde, é possível receber informações gerais sobre a doença.

Para os demais assuntos, a OGE orienta que os cidadãos utilizem as plataformas online disponibilizadas pela Rede Estadual de Ouvidorias: site ou e-mail. Também é possível ser atendido pelo número 162 (ligação gratuita de telefone fixo e celular), que está funcionando das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Compartilhe: