SCGE promove nova turma de capacitação de servidores para atualização da LAI

posted in: Notícias | 0

Na próxima terça-feira, dia 20 de agosto, a Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE) promove a última capacitação das autoridades de monitoramento do portal da Lei de Acesso à Informação (LAI) do Governo de Pernambuco. Os servidores que têm atuação direta nas atividades de atualização da página da LAI e que não puderam participar dos treinamentos já realizados, devem se inscrever acessando o link no final do texto.

O curso, que será realizado das 8h30 às 12h, no Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), bairro da Boa Vista, no Recife, trará orientações sobre a nova ferramenta, que tem a previsão de ser lançada ainda no mês de setembro. A reformulação da plataforma, que será ainda mais dinâmica e de fácil compreensão, pretende simplificar a navegação por parte do cidadão que queira consultá-la.

LEGISLAÇÃO – A lei de No 14.804, de 29 de outubro de 2012, regulamenta o direito constitucional de acesso às informações públicas. Em Pernambuco, o portal da LAI reúne e divulga dados de interesse coletivo ou geral dos órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual, com o objetivo de facilitar o acesso à informação pública, conforme determina a Lei Estadual de Acesso à Informação.

 

 

 

 

Paulo Câmara: “Vamos seguir juntos para fazer mais por Pernambuco”

posted in: Notícias | 0

Governador comandou abertura da 4ª edição do Todos por Pernambuco, que aportou no Sertão de Itaparica para dialogar com moradores da região

FLORESTA – Com o objetivo de dialogar com a população pernambucana, buscando ouvir propostas para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, o governador Paulo Câmara iniciou, nesta quarta-feira (14.08), a 4ª edição do Seminário Todos por Pernambuco neste município, localizado no Sertão de Itaparica. A iniciativa, que acontece sempre no primeiro ano da gestão estadual, é um momento de escuta popular e de construção coletiva, em que também são apresentadas as principais realizações da atual gestão e o planejamento para as regiões.

Durante o seminário, propostas em áreas como educação, segurança, saúde e infraestrutura foram colocadas ao governador por lideranças dos municípios da região, que contaram com o apoio de intérpretes de libras, de forma simultânea, para facilitar a comunicação durante o evento. O seminário, que passará por todas as regiões de desenvolvimento (RDs) do Estado até o final de setembro, conta com uma novidade: os cidadãos também podem colaborar enviando sugestões pelo site www.participa.pe.gov.br. Essa inovação proporcionará uma maior facilidade no armazenamento das informações que, mais na frente, serão utilizadas para o planejamento governamental.

“Viemos ao Sertão de Itaparica para ouvir a população e debater o futuro dos municípios. Sabemos da nossa responsabilidade em melhorar a vida do povo, então temos que pensar nas potencialidades de cada região e possibilitar que o Estado seja um facilitador para a consolidação do desenvolvimento de todas elas. E esse olhar está nas contribuições que estamos recebendo hoje no Todos por Pernambuco, que são fundamentais para que a gente possa caminhar ouvindo as pessoas e tirando do papel aquilo que vai fazer a vida dos pernambucanos melhorar. Vamos seguir juntos para fazer mais por Pernambuco”, afirmou o governador.

O secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, falou do papel do Todos por Pernambuco, de contribuir com o desenvolvimento de todo o Estado a partir do processo de escuta popular. “Quem ouve mais, acerta mais. E é indo até a população, em cada região e município, que vamos saber as reais necessidades do nosso povo”, destacou o secretário, que também apresentou ações realizadas pelo Governo do Estado até o momento.

Edilene Gonçalves, de 51 anos, liderança indígena Pankará do município de Carnaubeira da Penha e professora de arte indígena, experimentou a cabine digital instalada no local do evento para colher sugestões, e considerou fundamental a proposta de ouvir a população, sobretudo moradores de cidades do interior do Estado. “A gente precisa de oportunidades como essa. Não temos como ir ao Recife ou a Brasília para conseguir falar com os líderes do nosso Estado. Então, é bom quando o governador Paulo Câmara e os secretários vêm mais próximos das aldeias da gente, pois temos vários povos indígenas aqui”, pontuou.

Merendeira do município de Jatobá, Maria Marli Santos, 46, esteve na ilha de propostas, onde são disponibilizados vários computadores para que os cidadãos deixem suas sugestões. Para ela, o Todos por Pernambuco pode ser um diferencial na vida dos moradores da região. “O governador está aqui ouvindo as reivindicações do povo, seus anseios, o que está bom e o que está ruim, para que possa melhorar. A gente sabe que o Brasil está em crise, mas nunca é tarde para sonhar e esperar que aconteça o melhor. E eu estou aqui para dar a minha contribuição para isso”, disse.

ABASTECIMENTO – Durante o Todos por Pernambuco em Floresta, o governador também assinou a autorização das obras de implantação do Sistema de Abastecimento de Água de Agrovilas nos municípios de Floresta e Petrolândia, e de uma estação de tratamento compacta. O investimento, de R$ 4 milhões, contemplará cerca de 1.200 moradores das duas cidades. A obra consiste na captação de água no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco para consumo dos habitantes das Agrovilas 04 e 05 – em Petrolândia – e a Agrovila 06, Catende, Juazeiro, Mari, Pai João e Riacho Grande, em Floresta.

O governador Paulo Câmara esteve acompanhado da vice-governadora Luciana Santos; do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Eriberto Medeiros; dos deputados estaduais Fabrizio Ferraz e Professor Paulo Dutra; e de todos os secretários do governo. O secretário-executivo da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), Caio Mulatinho, também integra a comitiva do governador.

Texto: SEI

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Paulo Câmara - Todos por PE 1Paulo Câmara - Todos por PE 3Paulo Câmara - Todos por PE 4Paulo Câmara - Todos por PE 5Paulo Câmara - Todos por PE 6Paulo Câmara - Todos por PE 7

ETE Jurandir Bezerra Lins recebe o programa “Controladoria em Ação”

posted in: Notícias | 0

A Escola Técnica Estadual (ETE) Jurandir Bezerra Lins, no centro da cidade de Igarassu, Região Metropolitana do Recife (RMR), recebeu na manhã desta quarta-feira, dia 14, atividades do “Controladoria em Ação”. Atentos, cerca de 300 alunos acompanharam as palestras sobre “Cidadania e combate à corrupção” e “Controle da merenda escolar terceirizada” e ainda fizeram registros de manifestações de ouvidoria.

Aproximar a sociedade da administração pública estadual é a proposta do programa desenvolvido pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE). Para tanto, tem levado aos estudantes da rede pública estadual, informações sobre cidadania e controle social, conscientizando os mesmos quanto o papel que cada um pode exercer na prevenção e combate à corrupção.

Dentro da programação na ETE Jurandir Bezerra Lins, as palestras foram ministradas em dois momentos. Luciana Silva e Isis Andrade, que integram a equipe da Diretoria da Ouvidoria-Geral do Estado (DOGE/SCGE), apresentaram o tema “Cidadania e combate à corrupção”. Karlos Aragão, chefe da Unidade de Promoção da Qualidade do Gasto da SCGE, fez explanação sobre a temática “Controle da merenda escolar terceirizada”.

Na ocasião, também foi apresentado o resultado do teste de honestidade. Numa área de circulação comum da ETE Jurandir Bezerra Lins, a SCGE montou uma mesa com bombons e um cartaz explicando que os próprios alunos poderiam pegar e pagar pelo produto, sem intermediários. Atividade que resultou numa taxa de 100% de pagantes. Diante da boa conduta dos estudantes, a unidade escolar dará continuidade à iniciativa.

CRONOGRAMARealizado em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes (SEE), o Controladoria em Ação teve início no dia 22 de maio. A primeira unidade de ensino contemplada foi a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Alfredo Freyre, no bairro de Água Fria, na capital pernambucana. Já nos dias 4 e 11 de junho, o programa desenvolveu atividades, respectivamente, na EREM Professor Trajano de Mendonça, em Jardim São Paulo, no Recife; e na ETE Aderico Alves de Vasconcelos, no centro da cidade de Goiana.

No último dia 08 de agosto, o Controladoria em Ação foi realizado na ETE Governador Eduardo Campos, centro de São Lourenço da Mata. Fechando a programação, no dia 10 de setembro estará na EREM Edson Moury Fernandes, no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. Alecia Guimarães, técnica da Superintendência Pedagógica da SEE, acompanha toda programação do programa.

14.08.2019 - Controladoria em Ação na ETE Jurandir Bezerra Lins (1)14.08.2019 - Controladoria em Ação na ETE Jurandir Bezerra Lins (2)14.08.2019 - Controladoria em Ação na ETE Jurandir Bezerra Lins (3)14.08.2019 - Controladoria em Ação na ETE Jurandir Bezerra Lins (4)

Ouvidoria e auditoria interna são temas de eventos da ECI/SCGE

posted in: Notícias | 0

O curso de “Implantação e gestão de ouvidorias” e a palestra sobre a “Atividade de assessoria e consultoria pela auditoria interna” fazem parte da programação da Escola de Controle Interno da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (ECI/SCGE), no período de 21 a 27 de agosto. Dentro de uma carga horária de 22 horas/aula, mais de 100 servidores da administração pública estadual devem ser capacitados.


Em parceria com o Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), o curso será ministrado pela diretora da Ouvidoria-Geral do Estado (OGE/SCGE), Zélia Correia. A inscrição gratuita está disponível no site do Cefospe, diretamente no link http://sgic.cefospe.pe.gov.br/Sgic/public/pages/inscricao.jsf.
 As aulas serão realizadas das 8h30 às 12h, na sede do centro, bairro da Boa Vista, no Recife.


O Código de Defesa do Usuário dos Serviços Públicos, que entrou em vigor em junho de 2018 (lei federal n° 13460/2017), sendo regulamentado pela lei estadual 16.420/2018, que trouxe novas atribuições para as Ouvidorias; a Lei de Acesso à Informação (LAI); o papel da ouvidoria; e o perfil profissional dos ouvidores serão algumas das temáticas abordadas durante a atividade.


Já a palestra abordando a “Atividade de assessoria e consultoria pela auditoria interna” será realizada das 14h às 16h, no auditório da SCGE, no bairro do Espinheiro, no Recife. Direcionada especialmente para os servidores da Controladoria estadual, a palestra será proferida por Paulo Marcelo Santana Barbosa, titular da Auditoria Interna do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE).


Em sua explanação, Paulo irá detalhar as atividades de assessoria e consultoria desempenhadas pela Auditoria Interna Governamental, que são instrumentos indispensáveis aos gestores públicos para o alcance e a otimização do valor público gerado pelas operações das organizações. Contudo, de acordo com ele, a sua implementação, sem a definição de diretrizes, pode comprometer a autonomia técnica e a objetividade dos trabalhos de avaliação.


PARCERIAS – Para viabilizar a capacitação permanente dos servidores, no enfoque do controle interno, a Escola conta com o apoio de várias instituições. São elas: Cefospe, Associação dos Servidores de Controle Interno de Pernambuco (Ascipe) e Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci).


Procuradoria-Geral do Estado (PGE-PE), Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), Controladoria Geral da União (CGU), Controladoria Geral do Município do Recife, Polícia Civil de Pernambuco, Esafaz e Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) também integram a lista de parceiros da ECI, que vem se consolidando como um ambiente de referência na área qualificação governamental.

“Controladoria em Ação” chega à ETE Jurandir Bezerra Lins

posted in: Notícias | 0

“Cidadania e combate à corrupção” e “Controle da merenda escolar terceirizada” serão os temas das palestras do Controladoria em Ação, que acontece na próxima quarta-feira, dia 14, na Escola Técnica Estadual (ETE) Jurandir Bezerra Lins, no centro da cidade de Igarassu, Região Metropolitana do Recife (RMR). Registros de manifestações de ouvidoria também fazem parte das atividades do programa desenvolvido pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE).

A secretária da SCGE e ouvidora-geral do Estado, Érika Lacet, destaca que a iniciativa tem como principal objetivo aproximar a sociedade da administração pública estadual levando informações sobre cidadania e controle social para os estudantes, conscientizando quanto o papel que cada um pode exercer na prevenção e combate à corrupção.

Para que todos os alunos da ETE Jurandir Bezerra Lins possam participar, as palestras serão ministradas em dois momentos, sendo o primeiro das 9h30 às 10h30; e o segundo das 10h40 às 11h40. O tema “Cidadania e combate à corrupção” será apresentado por Luciana Silva e Isis Andrade, que integram a equipe da Diretoria da Ouvidoria-Geral do Estado (DOGE/SCGE). Já a temática “Controle da merenda escolar terceirizada” será abordada por Karlos Aragão, chefe da Unidade de Promoção da Qualidade do Gasto da SCGE.

TESTE – Aproveitando a temática de combate à corrupção, a SCGE preparou um teste para tentar identificar o nível de honestidade dos estudantes da ETE Jurandir Bezerra Lins. Bombons foram colocados numa área de circulação da escola e afixado um cartaz para que os próprios alunos peguem e paguem o produto, sem intermediários. Não tem vendedor, nem câmera vigiando. É só pegar e depositar o dinheiro na caixa que estará ao lado. O resultado da contabilização do que foi vendido e arrecadado será apresentado aos próprios estudantes durante a atividade da quarta-feira, dia 14.

CRONOGRAMA – Realizado em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes (SEE), o Controladoria em Ação teve início no dia 22 de maio. A primeira unidade de ensino contemplada foi a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Alfredo Freyre, no bairro de Água Fria, na capital pernambucana.

Já nos dias 4 e 11 de junho, o programa desenvolveu atividades, respectivamente, na EREM Professor Trajano de Mendonça, em Jardim São Paulo, no Recife; e na ETE Aderico Alves de Vasconcelos, no centro da cidade de Goiana. No último dia 08 de agosto, o Controladoria em Ação foi realizado na ETE Governador Eduardo Campos, centro de São Lourenço da Mata. E, fechando a programação, no dia 10 de setembro estará na EREM Edson Moury Fernandes, no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes.

Governos de Pernambuco e Alagoas trocam experiências na área de compliance

posted in: Notícias | 0

A secretária da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), Érika Lacet, recebeu na tarde da última quinta-feira, dia 8, o assessor especial de Ética e Compliance da Secretaria da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL), Rodrigo Miranda. Em pauta, a troca de experiências e ideias em torno do tema compliance, que vem se estabelecendo como um programa de extrema importância para empresas e organizações públicas e privadas. A Sefaz/AL é o primeiro ente da administração direta do Brasil a implantar o projeto de integridade.

Durante o encontro, Miranda explicou que o processo de implantação do programa em Alagoas foi dividido em duas fases. Uma para traçar o diagnóstico, na qual foram levantadas dificuldades e desafios a serem enfrentados; e outra para montar a estrutura de compliance, que abrangeu a criação do regimento, políticas, matriz de risco, planos de capacitação e comunicação.

Em Pernambuco, com o apoio da SCGE, projetos de pesquisa na área de compliance com uso de técnicas de inteligência artificial vêm sendo desenvolvidos pela Universidade de Pernambuco (UPE), sob a orientação do professor Fernando Buarque de Lima Neto. O andamento desses projetos foi exposto na reunião pelo assessor técnico da pasta, Renato Cirne, pelo gestor governamental do Estado, João Amaral, e pelo gestor governamental da Prefeitura da Cidade do Recife (PCR), Caio Lima.

“Diante da pertinência do tema, devemos estreitar ainda mais os laços com o Governo de Alagoas”, enfatizou a secretária Érika Lacet. Também estiveram presentes ao encontro o secretário executivo da SCGE, Caio Mulatinho, além de Eugênio Lira e Flávio Galvão, consultores da CR3 Compliance & Results e da Planus Estratégia & Gestão, respectivamente.

08.08.2019 - Reunião SCGE e Sec. Fazenda de Alagoas

Escola de Controle Interno conclui curso de prestação de contas no e-Fisco

posted in: Notícias | 0

Encerradas na manhã desta sexta-feira, dia 9, as aulas do curso “Prestação de contas no e-Fisco”, promovido pela Escola de Controle Interno da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (ECI/SCGE), em parceria com a Escola Fazendária (Esafaz). Cerca de 20 servidores de órgãos da administração pública estadual foram capacitados nesta programação, que teve início na última segunda-feira, dia 5.

A capacitação da segunda turma do curso “Prestação de contas no e-Fisco”, que aconteceu na Esafaz, no bairro de São José, Centro do Recife, foi ministrada por Ciro Vilar e Simone Leite, integrantes da equipe da Diretoria da Orientação ao Gestor e Informações Estratégicas (DOGI/SCGE). A proposta foi prover o conhecimento necessário para a operacionalização do processo de prestação de contas no sistema e-Fisco.

Para tanto, os instrutores repassaram orientações sobre como localizar processos de prestação de contas na ferramenta; identificar informações geradas na localização do processo; efetuar reclassificação de despesa de acordo com o tipo de despesa; cadastrar processos de prestação de contas, reconhecendo os passos necessários para inclusão no sistema; e conhecer as funcionalidades relevantes do módulo GPC.

PARCERIAS – Para viabilizar a capacitação permanente dos servidores estaduais, no enfoque do controle interno, a ECI conta com o apoio de várias instituições, dentre elas, o Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe) e a Esafaz. Os demais parceiros das ações da Escola são: Associação dos Servidores de Controle Interno de Pernambuco (Ascipe), Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), Procuradoria-Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE), Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), Controladoria Geral da União (CGU), Controladoria Geral do Município do Recife, Polícia Civil de Pernambuco e Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

05 a 09.08.2019 - Curso E-Fisco (1)05 a 09.08.2019 - Curso E-Fisco (2)

Proposta do Governo de Pernambuco aumenta transparência e segurança nos contratos públicos

posted in: Notícias | 0

Projeto de Lei será encaminhado à Assembleia Legislativa com metas para empresas

que prestam serviços à administração estadual. As medidas serão implantadas em

três etapas e valerão para novas contratações a partir de 2021.


O governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (8), o Projeto de Lei (PL) que exige das empresas que prestem serviços à administração pública do Estado a implementação de um Programa de Integridade na organização. A iniciativa tem como objetivo promover maior segurança e transparência às contratações públicas, evitar prejuízos financeiros para o Estado decorrentes de atos ilícitos e garantir a execução dos contratos firmados. O documento segue, agora, para Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), onde aguardará aprovação do Plenário da Casa, sendo sancionado posteriormente pelo chefe do Executivo.


O Programa de Integridade é um conjunto de medidas e procedimentos internos que visam introduzir princípios morais no âmbito das instituições, como auditorias, ações de fiscalização e fomento à denúncia de irregularidades e atos lesivos ao patrimônio público. Essa medida busca uma efetiva aplicação dos Códigos de Ética e de Conduta das empresas, de modo a promover uma verdadeira cultura de integridade entre todos os seus colaboradores.


De acordo com o Projeto de Lei, a exigência do Programa de Integridade nas empresas será feita em três etapas. A primeira tem início em 2021, para novas contratações de obras, serviços de engenharia e contratos de gestão celebrados com a administração pública, seus aditamentos ou alterações, em valores iguais ou superiores a R$ 10 milhões. Em 2023, vale para essas mesmas contratações, sendo que em valores a partir de R$ 5 milhões. A última fase será em 2024, com contratos administrativos em geral, não previstos nas etapas anteriores, em valores iguais ou superiores a R$ 10 milhões.


O descumprimento das obrigações e prazos previstos acarretarão a aplicação de sanções que poderão ser desde a aplicação de multa e rescisão unilateral do contrato por parte da contratante, até a impossibilidade de licitar e contratar com a Administração Pública Estadual. De acordo com a mensagem enviada pelo governador ao presidente da Alepe, as empresas que possuem um programa de integridade implantado e ativo reduzem as chances de se verem envolvidas em atos ilícitos. Isso porque são funções típicas do programa detectar, prevenir e remediar atividades nocivas e incentivar a adoção de boas práticas de conduta. “O projeto reforça a necessidade de que os contratados pelo Poder Público criem mecanismos e procedimentos internos de integridade, de auditoria e de controle, fortalecendo-se as medidas de apuração de eventuais irregularidades ou ilícitos”.


O Projeto de Lei procura prevenir condutas ilícitas, ao fortalecer as regras de compliance, que já são uma realidade no ambiente de negócios do País. “A aprovação dessa iniciativa é medida relevante para se evitar parceiros comerciais que tragam alto risco de integridade e para salvaguardar órgãos e entes públicos estaduais contra eventuais atos lesivos capazes de ensejar prejuízos financeiros, desvios de ética e de conduta, entre outras possíveis irregularidades aptas a ocasionar lesão ao erário e à população, que depende dos serviços públicos oferecidos pelo Estado”, explica o texto.


“Todavia, o espírito da lei não é penalizar, mas mudar a cultura nas contratações públicas, abordando a relevância das medidas anticorrupção adotadas pela administração pública e pelas empresas que com ela contrata. Combatê-la, portanto, depende do esforço conjunto e contínuo de todos”, avaliou a secretária da Controladoria-Geral do Estado, Érika Lacet. A pasta ficará responsável pela fiscalização da pessoa jurídica contratada quanto à implantação do Programa de Integridade e sua respectiva avaliação. Caberá à SCGE emitir certificado de regularidade das empresas, identificar a necessidade de adequações no programa e proferir despacho final, quando verificada alguma desconformidade.


“É importante frisar que o Programa de Integridade a que se refere o Projeto de Lei encaminhado à Alepe não constitui condição para participar das licitações públicas estaduais, já que as pessoas jurídicas, uma vez contratadas, terão um prazo de até 180 dias, contados da assinatura do contrato ou do aditamento contratual, para a implantação do programa”, pontuou Érika Lacet.

09.08.2019 - Secretária Érika Lacet - Coletiva imprensa_DSC054009.08.2019 - Secretária Érika Lacet - Coletiva imprensa_DSC056009.08.2019 - Secretária Érika Lacet - Coletiva imprensa_DSC0572

SCGE marca presença em evento que avalia risco de corrupção

posted in: Notícias | 0

O diretor de Correição da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), Filipe Castro, participou como palestrante nesta quinta-feira, dia 8, do Treinamento de Avaliação de Risco de Corrupção, promovido pela Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) e a Deloitte. A temática do evento foi voltada para a apresentação da metodologia de identificação, avaliação e gerenciamento de riscos de corrupção e as práticas de priorização para a gestão do programa de compliance.

Dentro da programação, Filipe Castro proferiu palestra dentro do painel “Experiências práticas na implementação de programas de compliance”, onde falou do trabalho que vem sendo desenvolvido em Pernambuco. Em sua explanação, ele falou sobre a Lei Anticorrupção Estadual; o Código de Ética da Administração Pública Estadual; o Programa de Integridade no Processo Administrativo de Responsabilização (PAR); a Política de Governança da Administração Pública Estadual; e o Programa de Integridade nas contratações públicas.

“O evento foi muito interessante, pois tratou da temática anticorrupção e compliance na iniciativa privada, mas também trouxe para a discussão, a visão da administração pública. Deu para perceber que tanto a iniciativa privada, quanto a pública estão caminhando no mesmo sentido, o que é essencial para uma verdadeira mudança cultural nas gestões”, destacou Filipe Castro.

Tendo como objetivo capacitar os participantes para a aplicação do Guia de Avaliação de Risco de Corrupção, o evento foi realizado no D. Influencers, localizado no bairro do Pina, Recife, sendo aberto, gratuitamente, para o público em geral. O Pacto Global da ONU é uma plataforma de liderança para o desenvolvimento, implementação e divulgação de políticas e práticas corporativas responsáveis. Lançada em 2000, configura-se na maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 12.000 signatários localizados em 145 países.

08.08.2019 - Palestra Compliance - Filipe Castro (1)08.08.2019 - Palestra Compliance - Filipe Castro (2)

ETE Governador Eduardo Campos recebe o “Controladoria em Ação”

posted in: Notícias | 0

Nesta quinta-feira, dia 8, cerca de 400 estudantes da Escola Técnica Estadual (ETE) Governador Eduardo Campos, no centro da cidade de São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife, participaram das atividades do Controladoria em Ação. O programa da Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), levou aos alunos, orientações e esclarecimentos sobre combate à corrupção, cidadania, acesso à informação, controle social e transparência pública.

Para tanto, foram proferidas duas palestras. Uma sobre “O papel da participação social na fiscalização da aplicação do recurso público”, apresentada por Iliana Oliveira, da Diretoria de Auditoria (DAUD/SCGE). A outra abordou o tema “Cidadania e Combate à Corrupção”, tendo como palestrantes Luciana Silva e Isis Andrade, que integram a equipe da Diretoria da Ouvidoria-Geral do Estado (DOGE/SCGE).

Ao longo da programação, também foram feitos registros de manifestações de ouvidoria e apresentado o resultado do teste de honestidade. Numa área de circulação comum da ETE Governador Eduardo Campos, a SCGE montou uma mesa com bombons e um cartaz explicando que os próprios alunos poderiam pegar e pagar pelo produto, sem intermediários. O resultado foi uma taxa média de 94% pagantes.

CRONOGRAMARealizado em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes (SEE), o Controladoria em Ação teve início no dia 22 de maio. A primeira unidade de ensino contemplada foi a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Alfredo Freyre, no bairro de Água Fria, na capital pernambucana. Na sequência, o programa desenvolveu atividades na EREM Professor Trajano de Mendonça, em Jardim São Paulo, também no Recife; e na ETE Aderico Alves de Vasconcelos, no centro da cidade de Goiana; respectivamente, nos dias 4 e 11 de junho. No próximo dia 14 de agosto, o Controladoria em Ação será na ETE Jurandir Bezerra Lins, no centro de Igarassu. E, fechando a programação, no dia 10 de setembro o programa contemplará a EREM Edson Moury Fernandes, no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes.

08.08.2019 - Cidadania em Ação na ETE Eduardo Campos (1)08.08.2019 - Cidadania em Ação na ETE Eduardo Campos (2)08.08.2019 - Cidadania em Ação na ETE Eduardo Campos (3)WhatsApp Image 2019-08-08 at 16.12.34

1 2 3 4 12